Mês: dezembro 2017

Bicicletas Prejudicam a Saúde, os Negócios e, Claro, os Pedestres.

Um ​líder ​ ambientalista se opõe à acomodação da cidade dos ciclistas, alegando que promover o ciclismo nas cidades é incrivelmente caro, prejudica as empresas locais, prejudica as receitas da cidade, aumenta a poluição, aumenta o tráfego e deixa ciclistas que sofrem pulmão preto. Lawrence Solomon, um dos principais ambientalistas do Canadá, afirma que na década de 1980, a bicicleta ​ foi uma bênção para as cidades ​trazendo  benefícios econômicos e ambientais”, pois reduziu o número de carros na​s vias, ​o ​que por sua vez, facilitou o tráfego e reduziu as emissões de automóveis,​ atenuando a poluição​ do ar​; reduzi​ndo a necessidade de estacionamento ​para ​automóve​is, aumentando a eficiência do uso da terra; e ​também ​ajud​ando a manter as pessoas ​em forma. Hoje, no entanto, o ciclismo é mais negativo do que positivo. Solomon explica que as pistas para bicicletas “agora consomem​ do que liberam espaço de estrada , aumentam a poluição, além de reduz​i-la, prejudicam ​tanto ​bairros ​residencias quanto comerciais, e tornaram​-se​ um dreno na​s contas pública​s”. ​As bicicletas ​de aluguel tornaram-se uma grande fonte de congestionamento para os passageiros diários devido às muitas pistas para bicicle​t​as. Essas pistas, que são principalmente subutilizadas, obrigam o tráfego a se mover a um ritmo de ​lesma, já que os carros não conseguem usar a totalidade da ​via. Devido à imensa quantidade de tráfego causada pelas pistas de bicicleta, os níveis de poluição da cidade aumentaram. As principais vítimas desta poluição, ironicamente, são ​os ​ciclistas. Salomão, que cita um estudo...

Read More

O Google Ataca Novamente.

Os concorrentes do Google, no Brasil, respondem por 4% das buscas. O Google, portanto, tem o monopólio da informação. Diante disso, ele anunciar que vai aumentar seu exército de revisores deveria ser preocupante. Mike Blake / REUTERS P​or Connor Chue-Sang. Leia o artigo completo em Dangerous.​ O YouTube, o serviço de transmissão de vídeos do Google anunciou planos para contratar mais de 10 mil pessoas em 2018 com o objetivo de “trabalhar para abordar conteúdos que violariam nossas políticas”. Em ​seu blog, o Google enfatizou a necessidade de mais “revisores humanos” na empresa. Leia o que escreveu Susan Wojcicki, CEO ​do​ YouTube (em letras azuis) e os argumentos contrários (em letras verdes): “Nossa plataforma aberta tem sido uma força para a criatividade, aprendizado e acesso à informação”. ​Eu vi como os ativistas a usaram para defender mudanças sociais, mobilizar protestos e documentar crimes de guerra”. ​Inúmer​as vezes os conservadores foram demonizados ou censurados, tendo seus vídeos colocados em listas de “modo restrito”. W​ojcicki continua: “Mas eu também vi de perto que pode haver outro lado mais preocupante da abertura do YouTube. Eu vi como alguns atores ruins estão explorando nossa abertura para enganar, manipular, assediar ou mesmo prejudicar​.“No ano passado, tomamos ​iniciativas para proteger a nossa comunidade de conteúdo violento ou extremista, testando novos sistemas para combater ameaças emergentes e em evolução. ​Reforçamos as políticas sobre o conteúdo que pode aparecer na nossa plataforma ou ganha​r receita...

Read More

Pela consciência

O dia da consciência negra foi criado para pensar na contribuição do negro à sociedade brasileira. Uma vez que não existe similar para outras etnias, fica evidente a afirmação de que o Brasil é em maioria racista. Não vejo base concreta nesta afirmação que, entendo, é uma acusação agressiva. Sendo o homem é um sujeito político, essa ação objetiva, a meu ver, aplacar a consciência (acusando os outros daquilo que fazem) segregando a sociedade. Afinal, não é racismo usar a palavra negro? Não deveríamos celebrar a consciência do afrodescendente? Se o objetivo fosse rememorar a importância histórica do negro na sociedade brasileira o assunto seria tratado como consciência brasileira, sem separatismo e dados falsos. Falariam muito mais dos sucessos do que dos fracassos e focariam em como podemos evoluir, sem privilégios. Todos estamos sujeitos a praticar ou sofrer preconceito, pois o negro não é o único com formas diferentes. Essa data nada mais é do que outra chateação dos justiçeiros sociais com seu discurso politicamente correto que só estão servindo para separar a sociedade. Algumas ideias foram deturpadas e, por isso, precisam ser expostas a fim de trazer à consciência a verdade. Os conscientistas defendem ideias torpes e irrefletidas, dentre elas a de que O homem branco é e sempre foi opressor. Um pequeno estudo da história basta para mostrar que o homen sempre escravizou os outros, inclusive os...

Read More

Por que Você dá Presentes?

Cadê os brinquedos mais procurados da lista de Natal?​​ ​Desaparecem dos estoques. Você procura nas lojas mais populares, nas especializadas, nos Shoppings, e nada! O que acontece é que, assim que esses produtos são colocados à venda, programas de computador os compram numa velocidade com a qual os humanos não conseguem competir. Eles também fazem compras online e usam múltiplos endereços de email para contornar os limites impostos pelos varejistas. Um jornal norte-americano mostrou que a Barbie Real Casa dos Sonhos, de $ 299,99 está sendo vendida a quase $ 1,700. Um videogame da Nintendo, de $79,99, sai por $ 13,000. Advogados estão avisando os varejistas para bloquear os programas. Mas o eBay argumentou: Como um mercado aberto, o eBay é um indicador global das tendências onde a oferta e a procura ditam o preço dos itens. Desde que um item seja legal e respeite nossas políticas, pode ser vendido no eBay. Aí está o problema, a mão invisível do mercado. Em A Riqueza das Nações, Adam Smith criou esse conceito (assista ao filme de 6 minutos Eu, o Lápis). Ele explicou que a economia funciona melhor num cenário com o mercado livre, onde cada um trabalha em prol de seu próprio interesse. Quando as pessoas comercializam livremente, comerciantes egoistas competirão uns com os outros, levando os mercados a um resultado positivo. Mas esse sistema econômico é justo apenas...

Read More

Gentili afronta matéria pronta

Repórter propagandista da Folha de São Paulo, Diego Bargas, tenta manipular entrevista com Danilo Gentili e acaba despedido. Era matéria pronta e o humorista divulga vídeo desmascarando o faz de conta. No jornalismo é conhecida a expressão “se não estamos ouvindo não estamos comunicando”. Devemos ouvir o que as pessoas estão falando e responder a elas ao invés de falarmos o que queremos. Se os veículos da mídia não ouvem o que as pessoas dizem, o relacionamento dela com o público vai desmoronando. Por isso, no Clube de Imprensa procuramos dar ouvidos a diferentes pontos de vista, desde que sustentados...

Read More