Mês: junho 2018

Jornalista Culpa Presidente por Atentado.

    A polícia de Annapolis, no estado americano de Maryland, informa que pelo menos cinco pessoas morreram num ataque a tiros à redação do jornal The Capital Gazette. O atirador foi preso mas sua identidade ainda não foi divulgada, nem a motivação da chacina. Rob Cox, editor global da Thomson Reuters ‘Breakingviews vertical, disse que os disparos contra o jornal foram uma resposta direta às críticas do presidente Donald Trump à grande mídia. É o que acontece quando @realDonaldTrump chama jornalistas de inimigos do povo. O sangue está em suas mãos, senhor presidente. Economize seus pensamentos e orações por sua alma vazia. Pelo menos quatro pessoas mortas no tiroteio ao jornal de Maryland: relatórios https://t.co/BXNOhj5BDx – Rob Cox (@ rob1cox) 28 de junho de 2018 Twitter Ads info and privacy ATUALIZAÇÃO 1: Cox, posteriormente, apagou o tweet e reconheceu ter feito “uma conclusão precipitada”. 2: Ainda horas depois, Cox tuitou um pedido de desculpas e concedeu que seus comentários “não estavam de acordo com os Princípios de Confiança da Reuters”. 3: Ele ainda atribuiu seus comentários a um estresse emocional causado pelo atentado a Sandy Hook e pela preocupação para com seus colegas de profissão. witter Ads info and privacy “Rob Cox ajudou a fundar o Breakingviews.com em 2000, em Londres. A partir de 2004, ele liderou a expansão da publicação nos Estados Unidos e editou as colunas diárias de Breakingviews no New York Times e no Wall...

Read More

Imprensa Mente, Conclui Pesquisa.

Por John Nolte, no Breitbart. Setenta e dois por cento dos norte-americanos acreditam que “os meios de comunicação tradicionais, conscientemente, relatam notícias falsas ou enganosas”, segundo uma pesquisa da Axios/SurveyMonkey. Em outras palavras, apenas um quarto do país acredita que a mídia não é culpada de espalhar mentiras intencionalmente para enganar o povo americano. Entre os republicanos, 92% acreditam que a mídia enganou o públicointencionalmente. Os independentes não estão muito atrás, com 79%. Até mesmo a maioria dos democratas, 52%, concorda com a afirmação. O Axios, de extrema-esquerda, concentra-se no número republicano de 92%, como se dissesse que se trata de um problema partidário, quando não há dúvida de que a mídia tem um enorme, e bem merecido, problema de credibilidade generealizado. A manchete enganosa da Axios diz: “92% dos republicanos acham que a mídia relata intencionalmente notícias falsas”, o que é uma tentativa deliberada de manter o foco fora dos 72%. A parte principal do texto da Axios concentra-se apenas no número republicano e resume desta forma, “Os dados mostram que a confiança na imprensa é influenciada, fortemente, pela política partidária, com os republicanos mais céticos com a mídia tradicional do que seus colegas democratas ou independentes. “ Os republicanos podem ser os mais céticos, mas estamos falando apenas de uma diferença de 92%/72% entre os republicanos e o país inteiro. Dos que acreditam que notícias falsas são deliberadas, 65% dizem que isso acontece porque...

Read More

Imprensa Anti-Trump divulga foto falsa.

Por Katherine Rodriguez, o Breitbart.   Uma foto está circulando nas mídias sociais de um garotinho preso dentro de uma jaula e que muitos defensores da imigração dizem que é uma representação de como a política de “tolerância zero” da administração Trump está separando crianças de suas famílias. No entanto, muitas pessoas compartilhando a foto desconhecem seu contexto original. A foto ganhou força no Twitter na semana passada depois que o jornalista e cineasta Jose Antonio Vargas tuitou a foto com a legenda: “Isso é o que acontece quando um governo acredita que as pessoas são ‘ilegais’. Crianças em gaiolas. Muitas outras pessoas compartilharam a foto com algumas palavras incendiando as políticas de imigração da administração Trump e incentivaram outros a compartilhar a imagem. Embora muitos usuários de mídia social tenham alegado que o menino na foto era um imigrante ilegal preso em uma gaiola pelas autoridades de imigração, a foto é na verdade de um protesto realizado em 10 de junho no Dallas City Hall, segundo o site Snopes. Snopes apontou que os ativistas fizeram sua manifestação diante da prefeitura para protestar contra a prática do governo Trump de levar as famílias de imigrantes ilegais à prisão e separar as crianças dos adultos acusados ​​de entrar ilegalmente nos Estados Unidos. A divisão do Texas da Brown Berets de Cemanahuac – o grupo por trás do protesto – postou várias fotos do evento no Facebook com...

Read More

9 Vezes em que a Imprensa Aniquilou a Verdade, Credibilidade e Decência.

  Joy Reid é jornalista, uma grande estrela da NBC News, uma âncora de fim de semana na MSNBC.,  também trabalha na NBC News, uma agência nacional de notícias. Seu currículo é um indicativo de quão disfuncional e amoral a imprensa, em geral, se tornou devido ao alinhamento com os valores esquerdistas. John Nolte, no Breitbart listou as nove coisas grotescas que Joy Reid, a grande estrela da NBC News, disse ou fez: FUI HACKEADA! No ano passado, Reid admitiu ter escrito comentários anti-gays sobre o então governador da Flórida, Charlie Crist, mas quando novos comentários anti-gay surgiram na semana passada, ela trouxe um especialista em cibernética para sugerir que seu blog havia sido hackeado. De acordo com Reid, um hacker entrou em seu blog agora extinto e semeou o pior tipo de homofobia a fim de enquadrá-la. A equipe de Reid e a NBC News chegaram a dizer que o FBI estava envolvido, apesar de mentir para o FBI ser um crime, assim como apresentar um relatório falso. Reid enviou toda a mídia para uma louca perseguição à procura de um hacker que ela inventou para encobrir seu passado homofóbico, e ainda é uma âncora em um estabelecimento de mídia.   Pare de ser agradável com os Joooooooooozzzzzzzzzzzzzzzzz Em um post no Relatório Reid datado de 16 de julho de 2006, Reid advertiu Wolf Blitzer, da CNN, por ser...

Read More

“Fake News é Nosso Maior Inimigo.”

  Foi o que tuitou o presidente Donald Trump. Ele estava atacando, novamente, a imprensa, pela cobertura negativa do seu encontro com o ditador norte-coreano Kim Jong-un. Tão engraçado assistir as Notícias Falsas, especialmente a NBC e a CNN. Elas estão se esforçando arduamente para minimizar o acordo com a Coréia do Norte. Há 500 dias, elas teriam “implorado” por este acordo – parecia que a guerra iria estourar. O maior inimigo do nosso país são Fake News tão facilmente promulgada pelos tolos!  ...

Read More

Os Assassinatos que a Imprensa Esconde.

Uma jovem de 18 anos foi esfaqueada e gravemente ferida na cidade de Afula, no norte do país, na segunda-feira, em um aparente ataque terrorista, quando ia para a escola. A polícia prendeu seu suposto agressor, que havia fugido do local, após uma breve caçada. O suspeito foi identificado, pela polícia, como um homem palestino, na casa dos 20 anos, da cidade de Jenin, no norte da Cisjordânia. que estava em Israel sem permissão. A polícia atirou na perna do suspeito,depois de pedir que ele parasse, disse um porta-voz da polícia. O suspeito foi preso de posse de uma faca. A polícia está trabalhando com a hipótese de se tratar de um ataque terrorista; a investigação, no entanto,  continua, a fim de descartar outros motivos. Vídeos da prisão do suspeito terrorista foram rapidamente postados na mídia social por espectadores. A vítima foi identificada como Shuva Malka, de 18 anos de idade. Ela fora esfaqueada pouco antes do meio-dia na rua e desabou do lado de fora de um café local, disse a polícia. Consciente e com múltiplas facadas na parte superior do corpo, ela foi levada para o hospital em estado grave. Sua condição havia estabilizado, mas permanecia séria. A mãe de Malka disse: “Deus nos deu um grande milagre. Ela estava a caminho de exames quando viu um terrorista com uma faca na frente dela. Ele a esfaqueou várias vezes. Espero...

Read More

Regulação da Imprensa, Pauta de Lula.

A regulação da mídia é uma bandeira histórica do PT. Lula atribui o sucesso do impeachment de Dilma Roussef ao fato de não ter realizado esse item da agenda do seu partido. Na cerimônia de posse de Luiz Marinho como presidente do partido, em 10 de junho de 2017, Lula disse: ”Vamos fazer melhor neste país a começar pela regulação dos meios de comunicação”. Em onze de agosto, voltou a insistir na estratégia: “A Dilma errou e eu errei quando não fizemos a regulação dos meios de comunicação. Eles têm que saber que eles vão ter que trabalhar muito para não deixar que eu volte a ser candidato. Se eu for candidato, eu vou ganhar e vou fazer a regulação dos meios de comunicação”.     Fonte: www.revistaforum.com.br/lula-diz-que-se-eleito-adotara-regulacao-da-midia-entre-primeiras-medidas/ noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2017/08/11/lula-e-dilma-discursam-na-ufrj.htm?cmpid=copiaecola twitter.com/lulapelobrasil/status/901769148753223680?lang=bg  ...

Read More

Haddad Defende Regulação da Imprensa

Em evento do PT, no dia oito, Hadad disse: “Hoje pela manhã estávamos discutindo a regulação da imprensa, a regulação da mídia para garantir diversidade, pluralismo. A propriedade dos meios de comunicação está muito...

Read More

Guerra da Síria no Tempo de Fake News.

Parte da entrevista de Rania Abouzeuid para o New Humanist.       Rania Abouzeid passou 15 anos fazendo reportagens sobre o Oriente Médio, para publicações como o New Yorker, o Guardian e o Time. Seu último livro é “Sem retorno: vida, perda e esperança na Síria dos tempos de guerra” (Oneworld) No Turning Back: Life, Loss, and Hope in Wartime Syria Este livro documenta, em sua maior parte, as vidas dos sírios comuns: como você decidiu qual história incluir e o que era verdadeiro ou falso?  Você tem que ser muito cético em relação a tudo e verificar o máximo que puder. Só porque alguém diz alguma coisa, não significa que seja verdade. Especialmente em uma situação altamente sobrecarregada como a guerra, quando as pessoas tentam persuadi-lo de uma certa coisa. O nosso trabalho [como jornalistas] é vasculhar as informações e apresentar uma imagem o mais precisa o possível.  Qual é o objetivo de informar sobre um conflito tão prolongado e aparentemente intratável? Dar testemunho é essencial para que, pelo menos, as pessoas não possam dizer que não sabiam o que estava acontecendo. Eu não tenho poder sobre como o meu jornalismo é percebido, e o impacto que ele tem, se é que existe algum. Essas coisas estão além do meu controle. Tudo o que posso fazer é meu trabalho – testemunhar e depois ampliar o que vi, ouvi e aprendi para que outros, que não...

Read More

Malásia Multa Fake News

  Em abril, a Malásia tornou-se o primeiro país do mundo a legislar sobre “Fake News”. A Lei Anti-Notícias Falsas abrange “notícias, informações, dados e relatórios que sejam total ou parcialmente falsos” e inclui artigois e gravações de áudio e video. Permite até seis anos de prisão por publicar ou divulgar informações enganosas. A legislação pune não apenas aqueles por trás das notícias falsas, mas também qualquer pessoa que espalhe maliciosamente tal material. Os provedores de serviços on-line são responsáveis ​​pelo conteúdo de terceiros – e qualquer um pode fazer uma reclamação. Sempre que a Malásia ou os malaios forem afetados, notícias falsas geradas no exterior também podem estar sujeitas a processos judiciais. Uma das principais questões da lei é que ela deixa a questão do que se qualifica como uma notícia falsa, vaga e mal definida. Isso dá ao governo ampla autoridade para decidir o que constitui um fato – que tem implicações óbvias e profundamente sérias para a liberdade de expressão. O primeiro-ministro Najib Razak está no meio de um escândalo multibilionário de corrupção, e ativistas e políticos da oposição temem que a lei possa ser usada para criminalizar opiniões críticas ao governo. A Malásia já implementou a lei. A primeira pessoa a ser processada e condenada por divulgar notícias falsas foi a cidadã dinamarquesa Salah Saleh Sulaiman, 46 anos, que publicou um vídeo no YouTube acusando a polícia de levar 50 minutos para...

Read More
  • 1
  • 2