| Reprodução/Facebook

As Organizações Globo não censuraram o ato terrorista do MST. Isso não é jornalismo.

Damos destaque a dois representantes da imprensa dignos desse nome.

 

O título da nota do Antagonista é uma lição de língua portuguesa e jornalismo:

Terroristas torpes e covardes atentaram contra O Globo para salvar o chefão

 

O atentado ao jornal O Globo é intolerável, por se tratar de ameaça à liberdade de imprensa, um dos pilares da democracia representativa, goste-se ou não da imprensa.

O episódio de hoje é tão mais grave porque foi executado por meliantes a soldo de uma organização criminosa ligada a partido político. Além de calar a imprensa, os seus idealizadores querem constranger juízes honestos e dar pretexto aos desonestos, a fim de livrar o poderoso chefão da cadeia. Para isso, contarão com aqueles que, com mais ou menos dissimulação, culparão a vítima.

A única verdade é que os autores e perpetradores do atentado contra O Globo são terroristas — e, como terroristas, são torpes, covardes. E, como terroristas, devem ser presos, julgados, condenados e enfiados na cadeia, para fazer companhia ao chefão.

Fonte:

http://www.gazetadopovo.com.br/politica/republica/mst-invade-grafica-do-jornal-o-globo-e9cutd71ls1yx99dbmcqo4az5

‘Silêncio ensurdecedor e vergonhoso’