O prof. Rubens Ferronato está concorrendo ao Global Teacher Prize 2018 pelo seu trabalho que ajuda os alunos, inclusive cegos, em várias disciplinas.

Ele é um dos 50 finalistas desta premiação, considerada o Oscar dos professores. A premiação é de US$ 100 mil por ano durante uma década e o vencedor será anunciado dia 18 de março deste ano na cerimônia realizada em Dubai. Como os indicados se comprometeram a doar parte do valor para projetos educacionais em suas unidades escolares, a Escola estadual Dom Pedro II, em Curitiba, pode ser beneficiada, pois o prof. é voluntário lá.

O professor chamou a atenção ao aumentar o índice de aprovação de alunos em várias cidades com o uso do Multiplano – tabuleiro retangular e disco, ambos com vários furos, nos quais são encaixados pinos, fixados elásticos e hastes que ajudam a visualizar ou sentir (por meio do tato) os gráficos, as funções matemáticas e as formas trigonométricas.

O multiplano pode ser usado para ensinar 108 temas nas áreas de matemática, estatística e física, sem falar de geografia e arte.”
A proposta de Ferronato é traduzir o Multiplano para as dez línguas mais faladas no mundo e visitar 30 países que são polos de região. “O número de pessoas de baixa visão é grande. E os que não entendem matemática chegam a 80% da população”, destacou.

Viste o site: multiplano.com.br

Fonte: Folha de Londrina