cartum de Michael Ramirez

Por Carmine Sabia. Leia o artigo completo no The Federalist.

A CNN demonstrou seu viés no dia 31 de outubro, quando membros da Câmara dos Deputados fizeram discursos antes da votação de uma resolução de inquérito de impeachment do presidente Trump.

A rede permitiu que os telespectadores assistissem aos comentários dos representantes da esquerda do começo ao fim.

Mas não deu aos espectadores a oportunidade de ouvir o representante da direita, que estava desmontando o denunciante. O âncora Jim Sciutto o interrompeu.

e começou a contar o que estava dizendo, em vez de deixar as pessoas ouvi-lo:

“O representante Jim Jordan, republicano de Ohio. Você pode ver os republicanos continuando a atacar o denunciante.

“Ele acusa o denunciante de ter um viés contra o presidente”.

Acusar o denunciante de viés é uma boa maneira de ignorar quem é o suposto denunciante e que ele trabalhou para vários democratas, entre eles oex-presidente Obama, o ex-vice-presidente Joe Biden e o deputado Adam Schiff.