Foto original de Mashburn, em seu facebook

 

por TOM CICCOTTA, no Breitbart.

O professor de astronomia Daniel Mashburn, de uma escola do Texas, foi suspenso depois de cobrir o rosto e discorrer sobre o Islã na sala de aula em vez de dar aula.

Mashburn teria entrado na sala de aula coberta de lenços, apagado as luzes e começado a falar sobre o Alcorão, a lua e a “noite escura”.

Embora alguns estudantes tenham achado tratar-se de uma piada, um deles chegou a chamar a polícia.

Policiais, que não pediram para o professor tirar a máscara, não encontraram nada em sua revista.

Em uma entrevista a um jornal local, Mashburn tentou explicar o seu comportamento bizarro em sala de aula.

Mashburn concedendo entrevista na sacada de seu apartamento, no 2º andar.

Todd: Você está ciente de que você assustou alguns desses alunos?

Mashburn: Por que eles deveriam ter medo?

Todd: Bom, você não mostrou o rosto.

Mashburn: Muitas pessoas não mostram seus rostos. E em muitos países, eles não mostram seus rostos.

Todd: Bom, aqui n os Estados Unidos, tendemos a mostrar o nosso rosto quando somos professores em uma faculdade. Isso geralmente é o padrão.

Mashburn: Ah, sim. Mas não reconheço o seu padrão. Eu não sou cristão. Eu não sou judeu. Eu sou muçulmano.

Todd: Quando você foi entrevistado pela faculdade a fim de conseguir esse emprego, você explicou a eles sua filosofia de ensino?

Mashburn: Ha, ha. Eu mantenho o segredo. Eu mantenho-o seguro. Eu faço o melhor que posso , mas estou cansado de me esconder nas sombras. Estou cansado de temer sua lei. Temo a Deus.

Todd: O que você tem a dizer aos alunos bastante assustados ontem à noite, eles tiveram que ligar para a polícia?

Mashburn: Não sei por que eles me temem. Por que eles estão com medo? Sou um homem que cobre o rosto com a mão. Eu não lhe ofereço nada além do Alcorão um livro e o universo. O universo está na minha mão bem aqui. Você pode olhar para ele.

Você pode assistir a entrevista aqui.

Um aluno que estava na sala de aula, April McLeod, disse, em um comentário, que o comportamento estranho de Mashburn levou alguns estudantes a acreditar que Mashburn tinha uma arma. ” Ele estava falando principalmente sobre coisas diferentes da fé muçulmana”, disse McLeod. “Eu estava na aula há cerca de cinco minutos. Ele continuava mexendo no bolso e parecia que havia um objeto no bolso direito. E sempre que ele ia tirar a mão, eu começava a ter essa sensação realmente ruim, então saltei e corri para fora da sala de aula .”

Foto atualizada de Mashburn, em seu facebook.