Por Frances Martel. Leia o artigo completo no Breitbart.

Um mercado fervilhante e lotado operava em San Antonio, na segunda-feira, violando flagrantemente a quarentena. Inicialmente, alguns lojistas estavam dispostos a falar com os repórteres, guardando seus produtos às pressas e alegando que estavam fechados para os negócios, apesar dos clientes claramente comprarem itens ao seu redor. Alguns dos clientes também conversaram com os repórteres, descrevendo a quarentena como uma “barbárie” e admitindo que estavam “mais ou menos” comprando tudo o que tinham vindo comprar.

Quando outros comerciantes tomaram conhecimento dos jornalistas filmando-os infringindo a lei, eles atacaram o repórter e o cinegrafista que os gravaram e os prenderam no mercado, exigindo que eles excluíssem as imagens. A Bolivisión Vermelha então enviou outro jornalista ao mercado de San Antonio para cobrir a prisão ilegal de seu colega.

Alguns clientes, ao redor do segundo jornalista gritavam que, se os mercados fechassem, eles não poderão comprar comida.