David Belle

A avacalhação na reportagem original:

A queixa-acusação da jornalista esquerdista:

Por Alexandre Archer

Hoje, na Fátima:

Denise, 21 anos, acadêmica de Geografia, moradora de Taubaté e praticante de parkour, lamentará que a sociedade ainda seja tão preconceituosa.

Fabiano, 29 anos, capixaba, professor de educação física, namorado do produtor e biscoiteiro profissional, ensinará os movimentos básicos do parkour, bem no palco do Encontro.

Marta, jogadora de futebol, dirá que é um absurdo a diferença entre os salários do Neymar e de uma mulher profissional de parkour.

Bráulio Bessa fará um versinho:
“Pule pra lá, pule pra cá
Do jeito que seu coração mandar
Pule ali, pule acolá
Só não deixe o amor esperar”

Viviane, nascida em São Gonçalo, modelo plus size, anunciará a primeira edição do movimento “Vai ter gorda na praia fazendo parkour, sim”, domingo próximo, em Ipanema. Denise, Fabiano e Marta confirmarão suas presenças.

Juracir, 65 anos, viúva, apresentará o livro que escreveu após conhecer – nos últimos seis meses – 78 homens nos aplicativos de paquera. Curiosamente, dois deles faziam parkour.

Quase no fim, mais um versinho do Bráulio:
“Nunca abandone o seu coração
Ou a vida engata a marcha ré
Escolha a estrada da emoção
Fazendo parkour em Taubaté”

No encerramento, funk.

Juracir tentará fazer o quadradinho de oito e dará um jeito brabo na coluna.

Do canal LubaTV:

Um pouco de parkour de verdade, para não sermos envolvidos pelo politicamente correto: