“Não quer dizer não”, texto da faixa e lema de feministas.

Os organizadores da festa de Ano Novo ​ao ar livre, ​anual​,​ de Berlim, design​ou uma “área segura” especial para as mulheres, dizendo que elas não estão a salvo de assalto em outro lugar.
Estabelecer uma zona tão segura envia a mensagem de que existem zonas seguras e zonas inseguras “para as mulheres. Isso pode resultar em “o fim da igualdade, liberdade de movimento e autodeterminação”,
 
Em 2015, centenas de mulheres relataram ser assaltadas ou roubadas durante as festas de Ano Novo em Colônia. Os suspeitos na maioria desses assaltos eram migrantes.
 
O número de estupros e assaltos sexuais registrados na Alemanha no ano passado aumentou 12,8 por cento em comparação com 2015, para 7.919 casos, um aumento atribuído a um afluxo de requerentes de asilo, muitos jovens e homens. Estatísticas para 2017 ainda não estão disponíveis.
 
Os especialistas observam que os migrantes em geral não são mais propensos a cometer crimes do que cidadãos alemães, mas a proporção de crimes cometidos pode aumentar à medida que começam a aumentar a participação da população.