Por John Nolte. Leia o artigo completo no Breitbart.

A NewsGuard admitiu na segunda-feira que muitas das agências de notícias que rotula como “confiáveis” são culpadas de espalhar notícias falsas.

O NewsGuard é a ferramenta de colocar em lista negra, da Microsoft, um plug-in de navegador que informa aos leitores quais canais de notícias são “confiáveis” e quais são notícias falsas. Naturalmente, o NewsGuard premiou todos os meios de comunicação do establishment do planeta com sua classificação “crível”, incluindo aqueles que regularmente, e deliberadamente, espalham notícias falsas, como a NBC News, o Washington Post , a CNN, o Buzzfeed, etc.

Naturalmente, os sites incluídos na lista negra do NewsGuard são anti-establishment: Breitbart, WikiLeaks, Judicial Watch, Drudge, Gateway Pundit…

O NewsGuard está rotulando histórias comprovadamente falsas como “críveis”.Os veículos de notícias que não apenas publicam essas notícias, mas as mantêm muito tempo depois de serem desmascaradas, são premiados pelo NewsGuad com um selo de credibilidade.

Aqui estão as capturas de tela das páginas de pesquisa do Google. A marcação verde é o selo de aprovação da NewsGuard, que indica aos leitores que o que eles estão lendo é “crível”.

[Quando indagado como pode defender] marcar fraudes comprovadas, notícias falsas e até mesmo histórias como a farsa da Rolling Stone que foram recolhidas, como “confiáveis” , o NewsGuard respondeu:

“O NewsGuard classifica as práticas de credibilidade e transparência de sites como um todo, e * não * histórias individuais”, diz o tweet. “Um ícone verde significa que o site não falhou o suficiente em nossos nove critérios jornalísticos para obter uma classificação vermelha, mas não significa que um artigo específico seja ‘verificado’”.

O NewsGuard está tentando afirmar que não classifica “histórias individuais”. Mas na captura de tela das acima o NewsGuard não está avaliando histórias individuais?

Digamos que o NewsGuard não está tentando se intrometer na eleição presidencial de 2020, enganando os leitores e dando crédito a cada notícia falsa anti-Trump … É um pouco difícil acreditar, levando em conta tudo sabe sobre esses propagandistas comprovados, mas vamos lhes dar crédito

Por que, então, o NewsGuard está deliberadamente colocando sua grande marca verde de aprovação ao lado de manchetes de notícias falsas?

Observe que a grande marca de verificação verde da NewsGuard não está ao lado do nome da agência de notícias, ela está assentada bem ao lado de mentiras comprovadas sobre Trump e a primeira-dama.

Não dá para olhar para essa imagem e acreditar que isso não é deliberado.

Em resumo: se a mídia do establishment publica mentiras e difamações sobre Trump, o NewsGuard quer que você acredite que essas mentiras e manchas são “críveis”. Porque ninguém que opera de boa fé permitiria que isso acontecesse. O tweet do NewsGuard é revelador:

Um ícone verde significa que o site não falhou o suficiente de nossos nove critérios jornalísticos para obter uma classificação vermelha.

As capturas de tela que enviei ao NewsGuard no meu tweet são da sexta-feira (25-01). Assim, o NewsGuard analisou minha captura de tela e admitiu que as agências de notícias responsáveis ​​por espalhar notícias falsas, por espalharem fraudes e mentiras, obtiveram sua classificação de “confiável”.

O NewsGuard também está admitindo que agências de notícias que ainda estão divulgando essa notícia falsa ganharam sua classificação de “confiável”.

Quais são os padrões da NewsGuard quando admite tal coisa?

Obviamente, o NewsGuard não tem padrões, além de se agradar com a mídia do establishment, mantendo as notícias falsas da mídia vivas e alavancando-as com o grande sinal verde de aprovação.

Se a Microsoft e o NewsGuard não são culpados de usar o engano e mentiras descaradas para se intrometer na eleição de 2020, ninguém mais é.