Por John Binder, no Breitbart. Leia o artigo completo aqui.

Os meios de comunicação estão admitindo que os migrantes da caravana rumo aos Estados Unidos estão fugindo da violência e à procura de emprego, e não de asilo.

Um migrante entrevistado pelo Daily Beast admitiu que está fugindo da violência de gangues – que não é um critério que qualifica para asilo nos Estados Unidos:

Jeffrey Renderos, 31, colocou seu nome em um livro e recebeu um cupom com o número 1655. Renderos, um hondurenho barbado que fugiu de ameaças de gangues e chegou a Tijuana há seis meses, imaginou que esperaria pelo menos um mês para ter uma audiência . embora ele não estivesse reclamando. Ele não pôde conter seu desprezo pela caravana. [Enfase adicionada]

Da mesma forma, em um  repórter ao vivo do MSNBC , Gadi Schwartz admitiu que a maioria dos migrantes de caravanas são homens e estão apenas procurando emprego nos EUA.

Um artigo do TRT World descreveu uma migrante de El Salvador. O pedido de asilo  da mulher? Buscar trabalho para enviar dinheiro para casa, que não é um critério que qualifica para asilo.

 

Em múltiplas declarações à mídia, os migrantes da caravana admitiram coletivamente que são migrantes econômicos, e não solicitantes de refúgio. Nesta semana, cantaram em Tijuana, México: “Nós não somos criminosos! Somos trabalhadores internacionais!

 

Siga John Binder  no Twitter em  @JxhnBinder .