Jamelle Bouie speaking during Slate Academy: An honest talk abou

Jamelle Bouie

Por Joshua Caplan. Leia o artigo completo no Breitbart.

O principal correspondente político doe Slate*, Jamelle Bouie, escreveu no editorial publicado, do dia 18 de julho, que jornalistas estão em uma missão para enfraquecer o apoio da base de Donald Trump. Ele argumenta que a agenda econômica do governo poderia criar uma barreira entre o presidente e seus eleitores.

Diz Bouie:

Durante a maior parte desses dois anos, os repórteres vêm tentando encontrar a questão ou a ofensa que poderia frear a base de apoio de Donald Trump. Eles viajaram para o “país de Trump” para obter atualizações regulares de brancos da classe trabalhadora, e outros membros-chave de Trump, apenas para descobrir que esses eleitores  não se comoveram com nenhuma controvérsia . Mas se há algo que pode acabar com o poder do presidente sobre sua base, pode ser uma agenda econômica que prejudique suas carteiras e prejudique seus meios de subsistência. […]

Em vez de trazer os empregos de volta, Trump iniciou uma guerra comercial que ameaça elevar os preços dos bens de consumo, prejudicar os investimentos das empresas e produzir  milhares de demissões . E essas perdas podem atingir os eleitores do Trump mais duramente. […]

Enquanto isso, os cortes de impostos de Trump fizeram pouco para estimular o crescimento econômico ou melhorar os salários dos trabalhadores.”

Reagindo ao trabalho de Bouie, o fundador do Projeto Veritas, James O’Keefe , tuitou : “Então, os“ jornalistas ”estão tentando“ fraturar ”, em oposição a INFORMAR, o público? Que admissão honesta sem querer!”

De fato, o presidente Trump cumpriu sua ameaça de impor tarifas sobre produtos chineses. A China respondeu com taxas similares sobre a mesma quantidade de importações dos EUA.

No entanto, o Federal Reserve diz que é muito cedo para especular se as medidas causarão aumento nos preços dos produtos de consumo.

 O mercado global de títulos está sinalizando que os EUA continuarão a ter um crescimento econômico sustentado, superando os mercados emergentes e europeus, segundo dados compilados pela Bloomberg.

Um dia depois do artigo do Slate, o presidente Trump revelou que cerca de duas dúzias de empresas e organizações comerciais estão assinando seu compromisso de fornecer treinamento profissional e programas de aprendizado como forma de impulsionar a economia dos EUA.

Em um evento na Casa Branca, no dia 19 de julho, o presidente Trump disse que cerca de duas dúzias de empresas e organizações comerciais estão assinando um compromisso de fornecer treinamento profissional e programas de aprendizado como forma de impulsionar a economia dos EUA. Trump disse que esse compromisso ajudará a treinar cerca de 3,8 milhões de estudantes e trabalhadores para novos empregos.

* Slate é uma revista online de atualidades, política e cultura, publicada em inglês. Politicamente orientada para a esquerda, foi criada em 1996 nos Estados Unidos, pelo editor Michael Kinsley.