Por Ryan Saavedra, no Daily Wire.

Porque o Google alegou não ser tendencioso em seus resultados de buscas, no dia 29 de agosto, o presidente Donald Trump respondeu,  divulgando um vídeo mostrando o viés do Google contra sua administração.

Trump havia anunciado que estava considerando tomar medidas contra o Google depois que surgiram relatórios que mostravam a tendência do Google contra os conservadores em seus resultados de busca.

Em resposta, o Google disse que seus algoritmos não são politicamente tendenciosos e que “nunca classificará os resultados da pesquisa para manipular o sentimento político”.

Trump respondeu ao comunicado do Google divulgando um vídeo em sua conta no Twitter que mostrava como o Google promoveu o discurso sobre o Estado da União do ex-presidente Barack Obama – e depois parou de promover o discurso do Estado da União, uma vez que foi feito por Trump.

ASSISTIR:

Donald J. Trump

@realDonaldTrump