Trecho de artigo para o The Spectator, em que Scruton faz uma retrospectiva do seu ano.

dezembro

Durante esse ano, muito foi tirado de mim: minha reputação, minha posição como intelectual público, minha posição no movimento conservador, minha paz de espírito, minha saúde. Mas muito mais foi devolvido: pela generosa defesa de Douglas Murray, pelos amigos que se juntaram a ele, pelo reumatologista que salvou minha vida e pelo médico a cujos cuidados agora estou confiado. Caindo no fundo no meu próprio país, fui elevado ao topo em outros lugares e, olhando para trás, para a sequência de eventos, só posso estar feliz por ter vivido o suficiente para ver isso acontecer. Chegando perto da morte, você começa a saber o que a vida significa e o que ela significa é gratidão.