Mike Rosenberg

Por John Nolte. Leia o artigo completo no Breitbart,

Talia Jane

Rosenberg, um repórter imobiliário, casado, trocava mensagens pelo Twitter com a escritora freelancer Talia Jane. As mensagens, gravadas por Jane, começaram incentivando-a a candidatar-se a trabalhos de reportagem. Muito rapidamente, porém, as coisas se transformaram em conversas sexuais assustadoras:

“De qualquer forma, você é tão linda”.

“De qualquer forma, você é hilária”.

“Há muito sêmen no seu rosto”.


Sem nomear Rosenberg (no início), Jane tornou as mensagens públicas escrevendo: “Ser uma mulher é totalmente normal e muito legal”.

Ela acrescentou: “Sinto-me super relaxada que um jornalista casado e estabelecido fique tão à vontade usando minha falta de emprego para me fazer conversar, para que ele possa me dizer que tenho semen em meu rosto bonito e hilário”.

À sua mensagem: “Isso não é apropriado”,

Rosenberg respondeu: “P**a m**da”, ele escreveu em pânico. “Você está completamente certa, isso não foi planejado para você, me desculpe.”

Jane o lembrou: “você poderia ter notado o erro por 45 minutos e, em vez disso, continuou”.

Jane explicou aos seus mais de 20 mil seguidores no Twitter que “testar as águas e fingir engano e bem típico no assédio sexual. assim como iniciara conversa com a premissa do profissionalismo”.
Em pânico, Rosenberg perguntou o que ele poderia fazer. Jane disse a ele para deletar sua conta no Twitter, para que ele não pudesse fazer o mesmo com outras mulhere,s e informar sua esposa sobre o que ele havia feito.

Rosenberg deletou sua conta.

Jane então contatou os editores do Seattle Times, o jornal de Rosenberg, para informá-los do seu comportamento.

A decisão de Jane de identificar Rosenberg veio depois que ele mandou um e-mail prometendo enviar US $ 1000 para a Organização Nacional para Mulheres (NOW), se ela não o expusesse. Disse ela:

“[…]as mulheres não são brinquedos. certamente não se deve brincar conosco e os esforços para nos manipular não serão tolerados. viva com suas escolhas. ”

Jane disse que não está tentando acabar com a carreira de Rosenberg, mas se “as conseqüências de suas ações são que ele perca o emprego, então isso é totalmente de sua responsabilidade. Seu comportamento não é minha culpa.

Por sua parte, Rosenberg confirmou ter enviado as mensagens, mas alegou que “não deveriam ter ido para ela.” Ele não disse para quem elas deveriam ter ido.

Siga John Nolte no Twitter @NolteNC . Siga sua página no Facebook aqui .