New York Times admite que mentiu sobre o tamanho da multidão em Nashville Trump Rally, corrige após o presidente chama-los

 

Trump Tennessee Rally

Por Michael Patrick Leahy, no Breitbart.

O New York Times admitiu que mentiu sobre o tamanho da multidão no comício de Trump, realizado em Nashville na noite do dia 29 de maio, e mudou sua estimativa de público depois que o presidente os convocou no Twitter.

No artigo sobre o comício de Trump, o Times afirmara que o tamanho da multidão era de apenas 1.000 – um número que todos os presentes naquela noite sabiam ser uma deturpação da multidão, muito maior, no Auditório Municipal .

Breitbart News estava no comício e estimou o tamanho da multidão em mais de 8.000.

No dia seguinte, o presidente Trump convocou o Times por causa de seus artigos imprecisos sobre o tamanho de público.

“O Fracassado e Corrupto @nytimes estimou a multidão na noite passada em ‘1000 pessoas’, quando na verdade foi muitas vezes esse número – e a arena estava agitada. É assim que eles rebaixam e depreciam”, tuitou ele.

“Elas são pessoas muito desonestas que não me ‘entendem’, e nunca vão entender!”, ele acrescentou no tweet.

Depois do ataque presidencial, o Washington Times informou que o New York Times“corrigiu” sua estimativa de público do dia 29:

O New York Times divulgou uma correção na quarta-feira sobre o tamanho da multidão na manifestação do presidente Trump depois que o presidente questionou o erro do jornal, reconhecendo que a audiência em  Nashville , no Tennessee, era cinco vezes maior do que o Times inicialmente noticiara.

Em seu artigo on-line, o “The Times” disse que uma versão anterior da história “citou uma cifra incorreta para o número de pessoas presentes no comício do presidente Trump”.

“Embora não exista um número exato disponível, o gabinete do corpo de bombeiros estima que aproximadamente 5.500 pessoas compareceram à manifestação, e não cerca de mil pessoas”, afirmou a correção.

A campanha Trump divulgou sua estimativa de tamanho de público de 7.500 a 8.000 em um comunicado divulgado à imprensa na quarta-feira.