Deixe o Smollett ir!!!! Esta testemunha ocular pode confirmar todo o seu ataque dos que usavam o boné MAGA racista.

Cartum de Sean Delonas

12 jornalistas da grande que alimentaram as chamas de Jussie Smollett

Por Alana Mastrangelo. Leia o artigo completo no Breitbart.

Os jornalistas e especialistas da grande mídia aceitaram e promoveram, sem crítica, a elaborada história de “crimes de ódio” de Jussie Smollett, apenas uma semana depois de terem promovido a falsa narrativa em torno dos estudantes católicos de Covington, resultando em uma lista de processos iminentes de difamação.

Aqui estão 12 comentaristas da grande mídia e jornalistas que alimentaram as chamas de Jussie Smollett, com reações apaixonadas e acríticas ao relato imaginativo do ator de Império, sobre seu suposto desentendimento com partidários de Trump

1. Eugene Scott –  Repórter do The Fix do Washington Post

“Para muitos, o episódio de Smollett – e a natureza política do ataque – é mais um lembrete para muitos gays negros americanos de que a visão do presidente de uma ‘grande América’ não parece inclui-los”, escreveu  Eugene Scott para o Washington Post.

2. Don Lemon – jornalista da CNN

“Um, ele tem que lidar com a discriminação sendo um homem negro, então, além disso, ele tem que ser gay – e então, fama – a fama não é natural – Quando algo acontece com você e é controverso, todo mundo vem para cima de você, e então eu sabia que todos estariam separando sua história.”

3. Yamiche Alcindor – correspondente da  PBS NewsHour White House

“Temos que fazer melhor como país. Isso é repugnante”,  tuitou ele, referindo-se aos supostos atacantes gritando “Este é o país MAGA”. Sally Kohn, comentarista da CNN, retuitou a mensagem.

4. Joyce Vance – colaboradora da MSNBC

“Se alguém cometer esse tipo de ato sob sua bandeira, você deve ter a decência de condená-lo publicamente e dizer que não é o que você representa. Mas eu duvido que Trump faça isso.

5. Jamil Smith –  jornalista da Rolling Stone

“O ataque brutal contra ele, em Chicago, parece ser mais um exemplo não apenas de mais decadência moral, mas da marca do terrorismo que ainda não parece provocar a resposta suficiente dos americanos”, tuitou ele.

6. April Ryan – analista da CNN

“Esse ataque a @JussieSmollett é um crime de ódio e deve ser tratado como tal!”,  em resposta a Derrick Johnson, da NAACP, que alegara que  o ator havia sido vítima de um “ataque racista e homofóbico” e que “retórica divisiva e odiosa” está colocando “vidas em risco”.

E o prêmio pelo conjunto da obra vai para Jussie Smollett por produzir, dirigir e estrelar “O Ataque dos Homofóbicos Racistas”.
Cartum de Rick McKee.

7. Jemele Hill –  jornalista do Atlântico

“Encontrei @JussieSmollett algumas vezes em eventos sociais e ele emana calor e alegria. Só estou enojado e chocado por ele ter sofrido o inimaginável”, tuitou ela.

8. Zerlina Maxwell – analista da MSNBC

“A mídia está quebrada. Se eles não puderem chamar o ataque de Jussie de racista, eles precisam encontrar um emprego alternativo”,  argumentou  ela, examinando qualquer mídia que estivesse se referindo ao ocorrido como um “aparente crime de ódio”.

“CRIME de ÓDIO aparente?” Continuou Maxwell, “Claro, porque tem uma definição legal. Mas para ser claro derramar alvejante em uma pessoa negra, enquanto você está gritando sobre MAGA = RACIST ”

9. Joy Reid – correspondente da MSNBC

“As forcas, na verdade, nunca desapareceram como mensagens de um tipo muito específico de terror, mas toda vez que elas são usadas, meu Deus, é arrepiante. Orando pela recuperação completa de Jussie. E por todos nós.

10. Karen Attiah –  editora do Washington Post

“Com relação ao hediondo ataque contra @JussieSmollett, outro lembrete de que a ascensão de Trump e o consequente clima de ódio fez com que vidas estivessem cada vez mais em jogo desde 2015. Smollett poderia ter sido morto por aqueles bandidos gritando MAGA. Pense a respeito.

11. Amy Siskind – contribuinte do Huffington Post

“Podemos fazer com que qualquer um na órbita de Trump condene os 2 homens da MAGA que atacaram brutalmente Jussie Smollett, um homem negro gay, e colocaram sua cabeça em uma corda dizendo ‘Este é o país MAGA’, então os outros não se sentem como o seu silêncio legitima o ódio? E você @realDonaldTrump?” tuitou Siskind.

“Confirmado. Trump precisa enfrentar esse ataque publicamente e condená-lo! ”Continuou Siskind em outro tweet , que incluía um artigo do Huffington Post que não confirmava nada, além do fato de que Smollett havia falado com a polícia.

12. Brooke Baldwin – jornalista da CNN e âncora de notícias

“Absolutamente desprezível, e esta é a América em 2019.”

Você pode seguir Alana Mastrangelo no Twitter no @ARmastrangelo e no Instagram .