Ann Coulter

 

Por John Binder, no Breitbart.

A  colunista Ann Coulter diz que só quer que o presidente Trump “destrua a mídia” – mesmo que nada seja feito por sua administração.

Coulter disse:

Quanto mais eu olho para algumas das coisas que Trump está fazendo, tudo bem, talvez ele nunca vá agir como um presidente … Mas eu só quero que ele destrua as coisas. Eu quero que ele destrua o pântano. Eu quero que ele destrua a mídiaE eu … quero que ele exponha onde o Partido Democrata está indo com [coisas como] seu coro ‘Sem fronteiras, sem muro, sem EUA,’ [com] o governador Cuomo dizendo que os EUA nunca foi grande, [com]  New York Times contratando Sarah Jeong, que apenas tuita ódio e veneno contr os homens brancos.

E agora, com o tweet da África do Sul, a mídia está furiosa porque quer que o genocídio dos fazendeiros brancos se complete. É impressionante como Trump realmente mostra o que há de melhor neles . E essa exposição constante, essa provocação constante deles. Tanto quanto eu gostaria que alguém desse um tapinha no ombro de Trump todas as manhãs e o lembrasse:’Você é presidente. Você não está limitado a tuitar. Você tem muitos poderes à sua disposição. Que tal você fazer algumas das coisas que você escreveu?

Por mais que me irrite que ele não pareça perceber que ele é o presidente, a destruição que ele está causando, talvez precisemos destruir antes que possamos reconstruir . [Enfase acrescentada]

 

Na penúltima seman de agosto, Trump postou online que ele havia instruído Secretário de Estado Mike Pompeo para monitorar a situação na África do Sul, onde o governo local está propondo uma nova política de reforma agrária de “expropriação sem compensação”, e assassinatos de fazendeiros aparentemente acontecem a uma taxa desproporcional.

Ciente do tweet crítico de Trump, o radical político sul-africano, Julius Malema, confirmou que o país está buscando tirar terras de fazendeiros brancos.

EFF Commander-in-Chief Julius Malema

Julius Malema, líder do partido de extrema-esquerda da ´Africa do Sul, Lutadores pela Liberdade.

Coulter já havia dito que se Trump não construir um muro ao longo da fronteira EUA-México e suspender temporariamente a imigração para o país – onde mais de 1,5 milhão de estrangeiros são admitidos a cada ano – os EUA se tornarão a África do Sul “em uma geração”.

 

John Binder é um repórter da Breitbart News. Siga-o no Twitter em  @JxhnBinder .