Se a imprensa considera que Leitão não é/foi terrorista, isto quer dizer que a imprensa também é terrorista?

“Tranquilizem-se, meus caros!

O editorial do Jornal Nacional nos informou que o Presidente da República estava mortalmente equivocado ao constatar que a sua jornalista, Miriam Leitão, participou do grupo terrorista que assaltava e explodia bombas no país, visando instaurar uma ditadura genocida.

Segundo consta nesse respeitado editorial, ela era apenas uma propagandista, sua função era fazer o marketing para o recrutamento de novos terroristas, uma pessoa de um caráter singular.”

André Porciuncula