Colunista do NYT & pornografia infantil?

Por Editorial

Paul Krugman, foto de Franck Robichon

Por Amanda Prestigiacomo. Leia o artigo completo no Daily Wire.

O colunista do New York Times, Paul Krugman,

“Bom, estou ao telefone com o serviço de segurança de informática e, pelo que entendi, alguém descobriu meu endereço IP e o está usando para baixar pornografia infantil. Posso ser apenas um alvo aleatório. Mas isso poderia ser uma tentativa da Qanon contra mim. Há um mundo cruel aí fora.”

Krugman, horas depois:

“Excluído o tuíte original. O Times acha que pode ter sido uma farsa. De qualquer forma, mais segurança no futuro. ”

O escritor do Epoch Times, Adrian Norman, disse que estava “percebendo um padrão”, destacando uma publicação de Krugman de 2018:

“Oh, alegria. 
“Ah, que alegria. Recebi uma notificação de que alguém tentou me inscrever em um site que oferece ‘câmeras de “sexo ao vivo’. Tenho certeza de que quem está envolvido nesse assédio é uma pessoa muito boa. Se uma dessas tentativas tiver êxito, aviso prévio: não fui eu.”

Comentários:

Engenheiro de computação e colaborador do Daily Wire, Harry Khachatrian :
“Hackear alguém pelo endereço IP público não é tarefa fácil. Embora seja possível que alguém tenha acesso ao IP público de Krugman, a probabilidade de eles continuarem a usá-lo de alguma forma para ‘baixar pornografia infantil’ (no próprio computador de Krugman) é incrivelmente baixa.”

John Nolte, do Breitbart:
“Se eu descobrisse que alguém baixou pornografia infantil usando meu endereço IP, contrataria imediatamente um advogado, registraria uma ocorrência policial e ligaria para o FBI. Eu não tentaria massagear o problema de relações públicas nas mídias sociais”.