É Oficial: a Mídia Boicota o Governo Trump sobre o Coronavírus.

Por Editorial

Por John Nolte. Leia o artigo completo no Breitbart.

Os principais meios de comunicação estão censurando o governo Trump.

Washington Post:

Mudança radical é necessária. As redes de cabo e outras organizações de notícias que estão recebendo os briefings do presidente como feeds ao vivo devem parar de fazê-lo.

Elas devem cobrir as notícias que são produzidas nesses briefings? Claro. Completa e implacavelmente – com o contexto e a verificação de fatos incorporados a cada etapa e a cada estágio.

A CNN:

Se o presidente não é capaz de liderar de maneira estável e eficaz, ele deve, pelo menos, pela própria reputação, pelo bem do país, parar de piorar as coisas e considerar deixar o pódio para os outros.

Durante o briefing do presidente Trump na noite de segunda-feira para o país, a CNN e a MSNBC interromperam antes que o briefing terminasse – assim como a ABC, a CBS e a NBC, informa a Associated Press:

Seis redes de televisão começaram a mostrar as instruções do presidente Donald Trump sobre o surto de coronavírus na segunda-feira, mas apenas o canal Fox News ficou até o fim, quase duas horas depois.

Foi um ponto de virada notável na cobertura dos briefings diários do presidente. As redes começaram a ouvir críticas sobre quanto tempo mostram o presidente respondendo perguntas ao vivo, que lembra um debate semelhante no passado sobre mostrar os comícios da campanha de Trump.

Ainda assim, há uma diferença entre comícios políticos e uma discussão na Casa Branca sobre uma emergência nacional.

Quando questionada sobre a decisão de interromper um briefing de calamidade durante uma pandemia, a CNN foiu arrogante: “[Se] a Casa Branca quer pedir tempo na rede, eles devem fazer um pedido oficial. Caso contrário, tomaremos nossas próprias decisões editoriais.”

A MSNBC foi pelo menos honesta em querer censurar o que não considerava importante: “[Nós] cortamos porque as informações não pareciam mais ser valiosas para a importante discussão em andamento em torno da saúde pública”.

Temos dois meteoros vindo direto para o nosso país: um meteoro do vírus e um econômico, e esses meios de comunicação cada vez mais desequilibrados, amargurados, enfurecidos e altamente partidários ainda estão fingindo que, quando se trata de rejeitar, atacar e censurar o presidente americano, tudo corre como um dia normal.

Todos sabemos por que a mídia quer colocar o presidente na lista negra … Os índices de aprovação da gestão da pandemia estão em torno de cinquenta por cento. Na verdade os índices de aprovação de Trump são mais altos que os da mídia.

Nos últimos quatro anos, a mídia fez tudo ao seu alcance para destruir Trump. Eles o difamaram como nazista, um espião russo, e até usaram mentiras em série para animar o seu impeachment. Mas agora a mídia está tão venal, tão distorcida e amarga, que nem mesmo uma crise econômica e de saúde sem precedentes atrai sua humanidade básica.

São almas perdidas, animais encurralados e, portanto, muito perigosos para a saúde de nossa democracia.

Siga John Nolte no Twitter @NolteNC . Siga sua página no Facebook aqui .