Mídia e Universidades Copiam Muito e não dão Crédito.

Por Editorial

Por T.D. Adler. Leia o artigo completo no Breitbart.

O título GamerGate, que faz alusão ao caso Watergate,queria discutir a falta de ética na indústria dos jogos. Desenvolveu-se, contudo, para além da área específica de jogos e passou a ser conhecido por criticar a incongruência e a falta de ética dos jornalistas .

Muitos meios de comunicação e fontes acadêmicas usam o texto da Wikipedia sobre GamerGate. A cópia quase literal é geralmente limitada a uma ou duas frases. Há muito texto parafraseado. Entre os casos mais flagrantes de cópia, está um artigo da BBC.

Outros nomes envolvidos em cópia sem crédito são CNBC, The Whashington Post, Harvard Political Review, The Guardian, Global News do Canadá.

Pontos de venda em todo o mundo, como Deutsche Welle na Alemanha, TRT World na Turquia, RT da Rússia e até várias publicações de notícias locais, copiaram o artigo sobre GamerGate na Wikipedia variando o limite.

A maior parte das cópias, entretanto, tem sido em publicações acadêmicas, e não em meios de comunicação.

Além de questões legais (o conteúdo da Wikipedia é liberado sob uma licença gratuita, mas ainda assim possui direitos autorais e requer crédito), esse uso da enciclopédia on-line, altamente tendenciosa e não confiável, contamina o espaço de informações com fontes circulares difíceis de rastrear. Os leitores da Wikipedia costumam desconfiar de suas afirmações. Ao ocultar que se baseiam na Wikipedia, as elites da mídia fazem jus à classificação de “notícias falsas”.