E bem que eles tentaram tirar o vídeo do ar, mas felizmente, muita gente tem o hábito de salvar tudo o que encontra, e assim, temos o vídeo bem salvo e agora com o próprio autor rebatendo suas próprias palavras.
O interessante nisso, é observar que para essa galera, é o Bolsonaro, o único que não presta.
Um homem como esse – que mostra claramente não ter caráter e nem vergonha na cara (pelo fato de ter colaborado com que tirassem o primeiro vídeo do ar quando ele poderia apenas ter mantido tudo, sem a sujeira de tentar manchar o nome do presidente da república) Além da turminha que o cerca, é claro.

Aproveito para transcrever o debate Dráuzio Ontem versus Dráuzio Hoje, e vemos que o de hoje chama de irresponsável seu contendor:

“Dráuzio ontem: Primeiro porque esse vírus não tem esse potencial.
De cada 100 pessoas que pegam o vírus, 80 ou 90 pessoas têm um resfriadinho de nada.

Dráuzio hoje: Quem minimiza essa situação: “Não, não é nada, isso vai passar logo”, é um irresponsável…

Dráuzio ontem: Na epidemia chinesa, abaixo de 10 anos, nenhuma criança morreu, nenhuma, zero.
Na faixa de 10 a 40 anos, de cada mil que pegaram o vírus, dois morreram. Vou repetir: de cada mil, dois…
E a gente não sabe quem foram esses dois, se eles tinham problemas imunológicos, se eles tinham doenças associadas, se eram fumantes que tinham lesado o pulmão, a gente não sabe…
A mortalidade vai aumentando depois com a idade, chega aos oitenta anos a mortalidade pelo vírus é ao redor de 15%.
Tudo bem, não é baixa, de cada 100 que pegam, 15 falecem, mas aos oitenta anos, tudo fica grave.
Gripe aos oitenta anos é grave, dengue é grave, Chikungunya, tudo fica mais grave depois dessa idade, além do que, a mortalidade depois dos oitenta anos, aumenta sozinha…
Não precisa de vírus nenhum para ajudar, não é? (aqui com um estranho risinho sarcástico). Então essa é a realidade…

Dráuzio hoje: Porque não vai ser assim, essa epidemia se dissemina, olha o que está acontecendo com os outros países, dá para se ter uma ideia do que vai acontecer com o nosso. Pode não ser igualzinho, mas olha o que vai acontecer…
Como é que se pode dizer que isso é uma coisa que não tem muita importância. Uma epidemia em que muita gente morre…
E que tem problemas de saúde graves…
Tem que levar isso com a maior seriedade…

Dráuzio ontem: E muitos brasileiros serão infectados… E aí você vai me perguntar: “E aí, você vai continuar andando na rua?” Claro, claro que vou…

Dráuzio hoje: É irresponsável!!!”

Bem, está muito claro que se trata da mesma pessoa, em duas situações bem distintas, daquilo que hoje chamamos “PANDEMIA”.
Na minha opinião, o problema não está no fato de se mudar de ideia, está na falta de caráter, em até mesmo colaborar com a retirada do primeiro vídeo do ar. A pergunta que fica é:
Alguém pode me dizer, como é que nós somos tão pequenos a ponto de permitir que um indivíduo desses continue frequentando os círculos que frequenta?
E não podemos esquecer que esse Dráuzio também deixa desnudo o mau caratismo de: Sérgio Moro, Mandetta, Bruno Covas, João Dória, Witzell, e tantos outros, que infelizmente nem convém citar um a um.

(ap. Ely Silmar Vidal – Teólogo: COJAE 0001-12-PF-BR; Psicanalista: CONIPSI CIP: 0001-12-PF-BR; Jornalista: DRT-0009597/PR e presidente do CIEP – Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(41) 98514-8333 (OI)
(41) 99109-8374 (Vivo)
(41) 99821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 28072020 – Dráuzio Varella contra Dráuzio Varella – (imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos: (ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

http://www.portaldaradio.com

@elyvidal @radiocrista @pastorelyvidal @conipsip @CiepClube
#FalaPortaldaRadio #conipsi #cojae #dojae