Ministros do STF são cidadãos comuns, ou são, como se auto-intitulam “SUPREMOS”?
Sendo cidadãos comuns, possivelmente, vivem, como a maioria dos demais cidadãos, que estão sendo regidos pela letra fria da lei.
Um ministro, acreditamos, estando sujeito, à mesma doutrina legal, que rege o restante da sociedade, inclusive ao Presidente da República, não pode ter uma medida que lhe meça, com distinção da medida dos demais membros dessa mesma sociedade.
Portanto, analisando sob este ponto de vista, percebemos o abuso da autoridade que sob a pena de Alexandre de Moraes e da caterva que o cerca, têm a conivência da Suprema Corte aos seus passos, de seus amigos, parentes e familiares. Ou seja, literalmente, pau que bate em Chico, vergonhosamente, para esses “SUPREMOS”, não bate em Francisco; e se o fizer, o rigor, com toda a certeza, não será o mesmo.
Vergonha estarmos vivendo sob a égide, já cantada por Rui Barbosa “a ditadura do judiciário é a pior, pois não se tem mais, a quem recorrer.

O Brasil não merece o comportamento que estamos vendo, partindo de membros da Suprema Corte. Deixo aqui os meus parabéns ao nobre orador, que penso tratar-se do ilustríssimo senhor vereador Chico Preto, lembrando que muitos estão atribuindo a fala ao General de Exército Walter Braga Neto.

(ap. Ely Silmar Vidal – Teólogo, Psicanalista, Jornalista e presidente do CIEP – Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(41) 98514-8333 (OI)
(41) 99109-8374 (Vivo)
(41) 99821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 011019 – CPF de ministro do STF é sinônimo de Impunidade? – (imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos: (ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

http://www.portaldaradio.com

@elyvidal @radiocrista @pastorelyvidal @conipsip @CiepClube
#FalaPortaldaRadio #conipsi #cojae #dojae