Brigitte Bardot

O BuzzFeed News, de extrema esquerda, acaba de abrir sua plataforma para um ativista que quer que Israel seja “demolido”.

Por meio das mídias sociais e da Internet, os esquerdistas estão usando qualquer desculpa para calar os conservadores, e estão fazendo isso enquanto propagandas como CNN e BuzzFeed News lideram ou animam essas campanhas de lista negra.

Estão desaparecendo todas as opiniões, exceto…

As dos inimigos dos judeus, os anti-semitas genocidas …

A estrela francesa do cinema clássico, Brigitte Bardot, enfrenta acusações de discurso de ódio e incitação ao ódio racial.
Ela criticara ilhéus por sacrificarem cabras, cães e gatos com fins religiosos: são “aborígines que conservam os genes de selvagens”. Ela argumentara que as cerimônias eram “demoníacas” e demostravam um grau de “sadismo” em relação aos animais.

O escritor e comentarista político, John Podhoretz, pediu o bombardeio das escolas de jornalismo e depois apagou sua conta no Twitter.

Talia Lavin e Lauren Duca são teóricas da conspiração de esquerda. Lavin acusou, falsamente, um inocente – um veterano de guerra deficiente – de ostentar uma tatuagem nazista. Na época, ela era uma checadora de fatos para a New Yorker, de extrema-esquerda . Agora ela está lecionando … jornalismo.

Lauren Duca não está de forma alguma preocupada com os fatos. Mas há maneiras melhores de expressar sua repugnância do que sugerir aniquilação.

Podhoretz é um desses trombeteiros que sempre sinalizam sua própria virtude, enquanto reprova Trump e seus seguidores pela sua “indecência”. Ele já desejou que a economia afundasse para o governo fracassar.

Uma das pessoas mais insuportavelmente esnobes e autoritárias do país conseguiu se auto-excluir do Twitter, porque essa era sua única esperança de salvar o que sobrou de sua carreira e reputação.