Colunista do New York Times,Thomas Friedman, chega com a esposa Ann ao jantar de Estado oferecido por Obama ao Presidente da China Hu Jintao.

Por Pam Key, no Breitbart.

O colunista do New York Times Thomas Friedman chamou o presidente Donald Trump de “demente”, no “The Situation Room” da CNN, do dia 11.

Friedman disse: “É muito triste. Este é um partido que simplesmente se rendeu a um homem demente.”

Ele continuou: “Estamos realmente arriscando a nossa sorte aqui. Quanto tempo isso pode durar? Nós temos um homem perturbado como presidente. Isso é muito claro. Nós temos um partido que não está pronto para enfrentá-lo. O que me preocupa é que agora estamos ameaçando nossas instituições. Veja, o que ele fez descrevendo os juízes como juízes de Bush e juízes de Obama. Graças a Deus, John Roberts disse que eles não são juízes de Obama e juízes de Bush. Eles são apenas juízes. Veja o que ele vem fazendo com os militares. Dizendo que as pessoas que estão desempregadas agora, funcionários do governo, são na maioria democratas.

Estas são nossas instituições. O que nos torna únicos como país é que temos um judiciário, temos um exército apartidário, temos um estado verdadeiro, não um estado profundo nefasto. O mundo inveja essas instituições. Por que você acha que essas pessoas estão fazendo fila para entrar em nosso país? Elas querem estar em um lugar que tenha esse tipo de instituição. É precisamente isso que este presidente está atacando. Isso é uma ameaça. A maior crise que temos agora é no Salão Oval. Temos um presidente que não aprecia as instituições que tornam nosso país único”.

Siga Pam Key no Twitter @pamkeyNEN